Setas capacita 100 profissionais da área da Vigilância Socioassistencial no Tocantins

“O Governo do Estado, por meio da Setas [Secretaria Estadual do Trabalho e Assistência Social] busca intensificar nosso conhecimento relacionado à Vigilância Socioassistencial, reforçando a importância da troca de experiência e do saber adquirido pelo exercício que cada município vive em seu dia-a-dia e traz isso agora para essa capacitação”, disse Patrícia do Amaral, gestora da Pasta, durante a abertura do Curso de Atualização em Vigilância Socioassistencial do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), que acontece desta segunda-feira, 19 até a sexta, 23, no Tribunal de Contas do Estado do Tocantins, em Palmas.Serão capacitados 100 colaboradores em duas turmas de 50 cada; nos horários de 8h às 12h, e das 14h às 18h; compreendendo uma carga-horária de 40 horas.

O curso ministrado pelo Centro Universitário do Sul de Minas (UNIS) faz parte da terceira etapa do Programa Nacional de Capacitação do Sistema Único de Assistência Social (CapacitaSuas) e visa atender aos profissionais de nível superior que trabalham na área da Vigilância Socioassistencial nos municípios e também os técnicos da Setas.

“A Vigilância Socioassistencial é uma das funções da Assistência Social, e é responsável pela produção de dados e identificação das demandas no município; é, portanto, muito importante que esteja instituída legalmente na área de planejamento, de modo que a Assistência Social possa ter ações que de fato atendam com qualidade as necessidades locais”, disse a Gerente de Gestão do SUAS no Tocantins, Gildeth Evangelista.

Durante o curso serão abordados a definição e objetivos da Vigilância Socioassistenciale também os conceitos evocados, além dos processos de pesquisa e busca dos indicadores, em aulas teóricas em laboratório e práticas em campo.

da Ascom/Setas

Comentários no Facebook