Sedese apresenta Prêmio Empresa inclusiva para Trabalhadores com Deficiência ao Ceter

A Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) apresentou na manhã da última quinta-feira (08), na Casa de Diretos Humanos, em Belo Horizonte, o Prêmio Empresa inclusiva para Trabalhadores com Deficiência aos integrantes do Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda no Estado de Minas Gerais (Ceter).

Durante a apresentação, representantes das entidades demonstraram interesse em atuar como parceiras na iniciativa, inédita no estado de Minas Gerais. “A Fecomércio MG está sempre disposta a colaborar para alavancar os nossos trabalhos aqui”, afirmou o presidente do Ceter e 2º Vice-presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio/MG), Glenn Andrade.

O professor Geraldo Magela, representante da Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais (Ocemg), da bancada dos empregadores, sugeriu levar o prêmio para conhecimento do Fórum Permanente Mineiro das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Fopemimpe), voltado para a formação de políticas públicas de empreendedorismo no estado. “Nós podemos levar ao Fórum uma proposição de apoio à iniciativa, tendo em vista que é um órgão articulado com todas as instituições públicas e privadas, no tocante à temática do empreendedorismo”, afirmou o professor. “É muito importante que a gente dissemine essa iniciativa e ela chegue o máximo de instituições”, completou.

O subsecretário de Trabalho e Emprego, da Sedese, Antônio Lambertucci, ressaltou a importância do Prêmio. “Nós precisamos que a lei (8213/91) seja cumprida e, além da cobrança do cumprimento, nós podemos também estimular e reconhecer aqueles que têm boas práticas, para que essas ações sejam conhecidas por outras empresas e que até mesmo aquelas instituições que não cumprem a cota, possam desenvolver práticas nesse sentido”.

Ainda durante a reunião, Rosana Bastos, assessora de Inclusão da Pessoa com Deficiência da Sedese, destacou um importante aspecto sobre a Empresa Inclusiva, “Não vamos premiar a empresa por ela já cumprir a cota, pois isso é uma obrigação prevista em lei, agora ela vai ser premiada caso tenha outras práticas de inclusão”.

O Prêmio

O Prêmio “Empresa Inclusiva para Trabalhadores com Deficiência”, é uma iniciativa inédita em Minas Gerais e foi lançada pela Sedese, no último dia 20 de fevereiro. Ele procura destacar e estimular as melhores práticas de inclusão, realizadas pelas empresas e seus gestores, na inclusão de trabalhadores com deficiência no mercado de trabalho. Podem participar empresas que cumprem as cotas para inclusão e empreendedores individuais com deficiência. As inscrições vão até o dia 5 de abril e podem ser feitas em https://goo.gl/Bm7RGZ.

Comentários no Facebook