Sead participa de Simpósio sobre práticas da inclusão

O simpósio Desafios para a Implementação da Política para a Promoção dos Direitos das Pessoas com Deficiência contou com a participação, na mesa de abertura, de Edmilson Silva, superintendente da Superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência (SEAD), que integra a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ). O evento foi realizado na tarde desta sexta-feira (2) e reuniu 30 entidades ligadas a Defesa e Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

“Acreditamos que podemos em conjunto com outras iniciativas colocar em prática o que está previsto na Lei Brasileira de Inclusão. O Governo de Pernambuco disponibiliza atualmente os serviços da Central de Libras e do Programa PE Conduz, além de articular vagas para curso profissionalizantes e formação para os municípios”, disse Edmilson, superintendente da Sead.

Promovido pelo Instituto Ser Educacional da Universidade Maurício de Nassau (Uninassau), o simpósio tem como objetivo principal reunir representantes do segmento de pessoa com deficiência (PcD), tanto público, quanto privado, para buscar divulgar os direitos da PcD. O projeto piloto será fiscalizar a existência de provadores para este segmento em estabelecimentos comerciais do Grande Recife, como previsto na Lei Municipal nº 18.141/2015.

“O primeiro passo para a parceria com as instituições comerciais foi dado neste simpósio com  a participação da Associação Comercial dos Shoppings, da Fecomercio e da CDL. A partir daí, vamos começar as fiscalizações periódicas com a Blitz da Acessibilidade no comércio local”, disse Sérgio Murilo, diretos do Instituto Ser Educacional.
O Instituto Ser Educacional é um projeto de responsabilidade social da Uninassau, com acreditação sobre o assunto acessibilidade na ONU, e desenvolve atualmente diversos projetos voltados ao segmento da PcD e com mobilidade reduzida como o: Praia e Bike Sem Barreiras, Circo Social, Mãos Livre e Mães Produtivas.

da Ascom/SDSCJ

Comentários no Facebook