Ministro garante continuidade dos serviços da assistência social

O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, garantiu que o financiamento dos serviços e programas do Sistema Único de Assistência Social (Suas) será mantido e reforçado.  “Nenhum serviço será paralisado por falta de recursos. Todos estão garantidos”, ressaltou ele, em audiência pública da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados.

Na ocasião, Terra apontou que a peça orçamentária apresentada pelo governo federal é provisória. Segundo ele, uma nova proposta será repassada em breve. Além de tranquilizar os deputados, o ministro defendeu mais verbas para a área social.

“Queremos que a área de desenvolvimento social tenha um reforço, um apoio para um orçamento robusto que dê prosseguimento às ações que estamos fazendo”, destacou ao lembrar a trajetória dele na vida pública e o compromisso com o social.

O ministro assinalou ainda que o orçamento que será apresentado reforçará os programas já existentes, além de incentivar ações que possam garantir melhores oportunidades para a população mais vulnerável. “Vamos reforçar o sistema de proteção social, a rede socioassistencial e a rede de atendimento do INSS, além de trabalhar o programa de primeira infância, o Criança Feliz, e o Plano Progredir”, afirmou.

De acordo com o presidente da Comissão de Seguridade Social e Família, o deputado federal Hiran Gonçalves, o debate foi o início de um caminho “para conquistar melhorias para o orçamento da assistência social, mesmo em tempo de crise financeira”. “O Brasil estava indo à falência porque não havia responsabilidade fiscal com os gastos públicos. Estamos fazendo isso aqui com muita responsabilidade. Administrar é estabelecer prioridades. Vamos discutir o que é prioridade, o que é mais importante para a sociedade”.

A reunião na comissão da Câmara dos Deputados teve ainda a presença de representantes de gestores municipais da assistência social.

 

da Ascom/MDSA

Comentários no Facebook