Ministro defende atuação em parceria com secretários estaduais de assistência social

Em reunião nesta terça-feira (12), em Brasília, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, e representantes do Fórum Nacional de Secretários de Estado da Assistência Social (Fonseas) discutiram a nova estrutura da pasta – que engloba as secretarias especiais de Desenvolvimento Social, Cultura e Esporte – e as ações conjuntas que devem ser desenvolvidas. Para Terra, os secretários estaduais de assistência social precisam trabalhar lado a lado com o Ministério para garantir o melhor serviço possível á população brasileira. “O sucesso de tudo que os governos federal e estadual fizerem vai depender dessa parceria. Nós temos que nos ajudar mutuamente, nos respeitar mutuamente, ficar acima de questões político-partidárias, para poder fazer com que a população brasileira tenha um atendimento na área social cada vez melhor”, avaliou.

Para a presidente do Fórum, Elisa Nobre, a política de assistência social é muito bem construída, mas as inovações são sempre importantes. A composição do Ministério da Cidadania, segundo ela, poderá trazer essa nova visão. “A política de assistência social também trabalha para isso, então essa integração da cultura, esporte e assistência social com todas as políticas que estão dentro do Ministério da Cidadania trará uma contribuição benéfica para a sociedade”, ressaltou.

Criança Feliz – O Criança Feliz também foi debatido no encontro. O ministro reforçou a importância do programa – que atende gestantes, crianças de até 3 anos beneficiárias do Bolsa Família e de até 6 anos que recebem o BPC. Minas Gerais ainda não fez a adesão, mas a secretária de Desenvolvimento Social do Estado, Elisabeth Jucá, afirmou que essa realidade pode mudar. “Já estamos estudando para fazer uma adesão o mais rápido possível do Criança Feliz”, afirmou.

Com informações do MDS

Comentários no Facebook