MDSA lança Criança Feliz no Maranhão

mdsa

O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário lançou oficialmente nA terça-feira (14) o Programa Criança Feliz no estado do Maranhão. Durante a solenidade, o governo estadual assinou o termo de adesão ao programa e criou o comitê gestor. Até o momento, 164 prefeituras maranhenses aderiram ao Criança Feliz. O secretário nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Halim Girade, apresentou as razões científicas e as ações que serão desenvolvidas.

O programa promoverá o desenvolvimento integral de crianças de 0 a 3 anos beneficiárias do Bolsa Família e as de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Na ocasião, ele destacou o número expressivo de adesões no estado. “Saio daqui muito contente com a adesão. Quem sai ganhando com isso são as gestantes, as crianças e os mais vulneráveis. A proposta do MDSA é extremamente importante para se construir um país saudável e com seres humanos integrados socialmente”.

No Maranhão, mais de 23,9 mil famílias serão atendidas nesta primeira fase do programa. O total destinado será de R$ 1,19 milhão por mês para a implementação. O governador do estado, Flávio Dino, falou da expectativa e das ações para esta fase inicial do Criança Feliz. “O programa é muito bem construído. O secretário nacional demonstrou, na sua apresentação, a articulação interfederativa, e nosso governo está mobilizando as prefeituras. Nossa perspectiva com este evento de hoje é que todos os municípios entrem. Vamos trabalhar para que seja um sucesso”.

Para o prefeito do município de Conceição do Lago Açu, Alexandre Lavepel, o programa é um compromisso com o desenvolvimento humano e social. “Nossa cidade é carente e precisava de mais assistência às crianças nas áreas social e de educação para um crescimento sólido. Nossas crianças vão ser assistidas e para isso é importante o gestor ser parceiro e estar presente”.

Em todo o país, o Criança Feliz teve 2.547 adesões. O programa terá como ponto central a visitação domiciliar. Técnicos capacitados irão até as casas das famílias para mostrar aos pais a maneira correta de estimular o desenvolvimento dos filhos, principalmente nos primeiros mil dias de vida.

Segurança alimentar – Durante cerimônia no Palácio Henrique de La Rocque, foi assinada cooperação técnica do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo MDSA. Em 2016, o PAA investiu R$ 15,2 milhões no estado do Maranhão, o que beneficiou três mil agricultores familiares em 50 municípios. Na solenidade também foram lançados editais do Programa Cisternas para a construção de tecnologias sociais de acesso à água de qualidade.

da Ascom/MDSA

Comentários no Facebook