Integração entre Criança Feliz e Sistema Único da Assistência Social é destaque em encontro estadual no Piauí

felizpost2

 

Experiências de sucesso do Programa Criança Feliz foram destaque na terça-feira (23), durante o Encontro Estadual de Integração do Sistema Único da Assistência Social (Suas) e Programa Criança Feliz, em Teresina, no Piauí. No evento, foram apresentados os trabalhos de integração entre a gestão do programa de atendimento domiciliar de crianças e gestantes com outros órgãos e serviços da assistência social.

A secretária nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano do Ministério da Cidadania, Ely Harsawa, falou sobre a importância da atenção à primeira infância no desenvolvimento infantil saudável. Ela comentou sobre o desenvolvimento do programa em diversas regiões do País e ressaltou que eventos como esse são importantes para a socialização de experiências e para o reconhecimento do trabalho realizado pelos municípios. “Esses momentos são importantes para termos contato com os municípios, que realmente colocam em prática as nossas políticas. Precisamos reconhecer o trabalho que vem sendo bem feito e encorajar a continuidade do programa. Também é o momento de conhecermos alternativas e ideias que são desenvolvidas pelos municípios e que podem servir de exemplo para outros estados”, comentou.

Mariana Lelis, do Departamento de Proteção Social Básica do Ministério da Cidadania, falou sobre as políticas desenvolvidas pela área e como são trabalhadas de forma coordenada com o Programa Criança Feliz.

Atualmente, 192 municípios do Piauí já implementaram o Programa Criança Feliz, representando cerca de 89% das cidades elegíveis, ou seja, que atendem aos requisitos mínimos para a implementação do programa, como ter pelo menos um Centro de Referência de Assistência Social (Cras), e no mínimo 140 pessoas que se enquadrem nas políticas de atendimento do Criança Feliz.

No Brasil, mais de 20,2 milhões de visitas domiciliares já foram realizadas por mais de 18 mil e 800 profissionais capacitados que orientam pais e responsáveis sobre o desenvolvimento das crianças de até três anos de idade inseridas no Cadastro Único para programas sociais do governo federal e de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Fonte: http://mds.gov.br/area-de-imprensa/noticias/2019/setembro/integracao-entre-crianca-feliz-e-sistema-unico-da-assistencia-social-e-destaque-em-encontro-estadual-no-piaui

 

 

Comentários no Facebook