Gestores são orientados sobre o envio de dados para o Censo Suas 2016

dsc_0901-1

Representantes de Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) de 70 municípios alagoanos estiveram presentes na Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades), na última segunda-feira (26), para receber orientações sobre o envio de dados do Censo do Sistema Único da Assistência Social (Suas) de 2016. O Censo ocorre todos os anos e busca fazer uma representação detalhada do Sistema Único de Assistência Social no país. O intuito é monitorar as unidades, atividades, serviços prestados e o perfil dos trabalhadores.

dsc_0907-768x494

O sistema fica aberto para inclusão dos dados referentes à assistência social dos municípios de acordo com as datas estabelecidas pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) no calendário, que pode ser acessado através do link: http://aplicacoes4.mds.gov.br/sagicenso/censosuas_2016/auth/index.php.

O secretário de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social, Antônio Pinaud, lembrou que é dever da Seades oferecer todo o suporte e orientação necessários para facilitar o trabalho dos municípios. “Nós prezamos por um trabalho bem feito, e estamos dando todas as condições necessárias para que o município possa trabalhar com qualidade. O preenchimento do Suas dá mais precisão às ações, por isso tem tanta importância”, disse Pinaud. A assistente social do Cras de Passo de Camaragibe, Mércia Melo, observou que o Censo também tem a finalidade de apresentar, em números, como estão funcionando as secretarias municipais.

“Em Passo de Camaragibe, por exemplo, nós vamos mostrar os serviços que são ofertados, todos os dados serão retratados pelo Censo. Então é de suma importância a presença dos profissionais e técnicos que ainda não preencheram os formulários, pois são auxiliados para fazê-lo da forma correta. Os que já preencheram antes também participam, pois ficam alerta às mudanças que podem ter sido feitas para a versão 2016 do Censo Suas”, lembrou a assistente social.A superintendente de Assistência Social da Seades, Aline Rodrigues, reforçou a necessidade do envio das informações do Censo Suas 2016.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Seads/ Texto: Victor Leahly

Comentários no Facebook