Começa discussão para elaboração do Plano Decenal dos Direitos Humanos das Pessoas com Deficiência

Dirigentes e gestores da Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos deram início na última quinta-feira (4) a discussão de parâmetros, metodologia, cronograma e composição do Grupo de Trabalho que irá levantar os indicadores que servirão de base para a construção do Plano Decenal dos Direitos Humanos das Pessoas com Deficiência do RS.

O secretário de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos em exercício, Darci  Lauermann, destacou a importância de que as políticas públicas construídas pelo Estado estejam presentes nos municípios, a exemplo do que a FADERS vem fazendo, por meio das interiorizações. A diretora do Departamento de Direitos Humanos e Cidadania, Maria da Graça Paiva, ressaltou o trabalho do departamento no sentido de viabilizar os planos setoriais de direitos humanos, trazendo a experiência dos planos da criança e do adolescente e do idoso que já estão em andamento.

O Presidente da FADERS, Roque Bakof, trouxe alguns conceitos, trabalhados pela entidade ao longo da sua gestão, reposicionando a instituição perante a sociedade gaúcha, além de destacar que o trabalho  não se resume as pessoas com deficiência, mas tem reflexos na sociedade em geral.

Também participaram da reunião, o diretor Administrativo da SDSTJDH, Felipe de Moura, o Coordenador e a Assessora, da Coordenadoria de Políticas para Pessoas com Deficiência, Adilso Corlassoli e Giselle Hubbe, a diretora técnica e a coordenadora de direitos da FADERS, Marilu Mourão e a assessora Jaqueline Rosa.

Comentários no Facebook