Banzaê recebe mais uma edição da Caravana da Justiça Social

banzae
A cidade de Banzaê recebeu nessa sexta (10) e sábado (11) mais uma edição da Caravana da Justiça Social. O projeto itinerante foi dividido em dois locais. Na sexta (10), o distrito da Aldeia Mirandela Kiriri recebeu os serviços na Escola Estadual Indígena Zacarias, atendendo à população da região. Já no sábado (11), o projeto esteve na sede do município na Escola Municipal José Benevides. Durante os dois dias, mais de 2 mil pessoas foram atendidas.
“Essa é a primeira vez que a Caravana fica dois dias no mesmo município justamente para atender toda a população, sobretudo às comunidades indígenas que correspondem a uma grande parte dos habitantes de Banzaê”, afirmou o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, Carlos Martins.  “Estamos encerrando o ano com um saldo super positivo do projeto. Até dezembro, ainda vamos passar por Santo Antônio de Jesus, Varzedo e Barra da Estiva, totalizando 16 caravanas em 2017”, completou Martins.
Mirandela – O final de semana foi de festa para os Kiriris de Banzaê. Em novembro, é comemorado 20 anos da retomada do território da Mirandela, que durante anos foi alvo de disputa entre os posseiros e indígenas. Em 1997, os índios definitivamente retomaram o território que hoje já é demarcada oficialmente como território indígena.
Caravana – O mutirão gratuito inclui emissão de documentação pessoal, como RG, Carteira de Trabalho, CPF, Certidão de Nascimento e Casamento; cadastro no Programa Identidade Jovem (ID Jovem); solicitação e entrega de carteiras do Passe Livre Intermunicipal para Pessoas com Deficiência; atendimento do Bolsa Família e dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e de Referência Especializado (CREAS); orientações jurídicas; atendimento ao consumidor com o Procon; serviços de saúde e exames de DNA para o reconhecimento de paternidade, além de atividades culturais e de lazer.
Iniciada em 2016, a Caravana da Justiça Social surgiu do Mutirão Social do Programa Pacto pela Vida, criado, inicialmente, para prestação de serviços básicos a comunidades carentes de Salvador e Feira de Santana. Só este ano, o projeto já passou pelos municípios de Prado, Candeias, Senhor do Bonfim, São Sebastião do Passé, Entre Rios, Jussari, Dias d’Ávila, Catu, Salvador (nos bairros da Liberdade e Valéria), Maracás, Nova Viçosa e Teixeira de Freitas. No ano passado, foram realizadas 10 Caravanas, em nove Territórios de Identidade e mais de 3 mil quilômetros percorridos, beneficiando mais de 16 mil pessoas em todo o Estado.
da Ascom

Comentários no Facebook