Avaliação da primeira fase do Capacita Suas é positiva

Crédito: Carlos Alberto / Imprensa – MG 
Local:Fundação João Pinheiro – Campus Avenida Brasil  
Avenida Brasil, 678, 9º andar – Santa Efigênia
Data:09-02-2017
Assunto:Reunião do Balanço do Capacita Suas,Analisar o processo de execução e os resultados preliminares do monitoramento e da avaliação da primeira fase do Capacita SUAS, na oferta dos cursos de Proteção Social Básica e Gestão Orçamentária e Financeira desenvolvidos pelas três instituições contratadas - IFI, UFO e Unis. Os dois cursos foram desenvolvidos em 21 polos e os resultados se referem às 89 turmas do ano de 2016. Trata-se de uma reunião de trabalho para realizar um balanço e troca de experiências, bem como para identificar principais acertos e problemas encontrados durante a execução dos cursos. Espera-se, com essa reunião de avaliação, sistematizar pontos positivos e negativos da experiência, com vistas ao aperfeiçoamento da oferta dos demais cursos do Capacita SUAS no ano de 2017.
Participantes: Equipe da administração central da SEDESE; Equipe da Escola de Governo da FJP (5); Coordenador Geral de cada IES (3); coordenadores pedagógicos; professores dos cursos; supervisores de campo. Estimativa: de 50 a 60 participantes. Abertura : Simone Albuquerque   , Subsecretaria da SUBAS - Sedese; presidente da Fundação Joao Pinheiro, Roberto Nascimento, Geziane e Jaime .

A equipe da Escola de Governo Paulo Neves Carvalho, da Fundação João Pinheiro, apresentou nesta quinta-feira (9) os resultados preliminares da primeira fase do Capacita Suas em Minas Gerais, realizada de agosto a dezembro de 2016. “O tom da avaliação é positivo. A execução dos cursos de forma regionalizada e presencial foi um ponto de inovação e segue orientação do governo estadual de buscar proximidade com os municípios”, declarou a diretora adjunta da Escola de Governo, Laura Veiga. “O que vamos discutir é a matriz pedagógica e o que aconteceu nas salas de aula”, completou a pesquisadora.

A avaliação foi feita com base nos 2.519 questionários respondidos por alunos, professores e supervisores de campo dos cursos de Atualidade e Especificidades da Proteção Social Básica e Gestão Orçamentária e Financeira do Suas, e traduz a percepção que tiveram acerca da aprendizagem e dos cursos, entre outras questões. “Este é um importante momento de reflexão coletiva e temos muita  expectativa em relação à segunda fase, que tratará, ainda este ano, do controle social. Temos que fortalecer os conselhos municipais “, afirmou a vice-presidente do Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas),  Geisiane Soares.

A reunião de balanço também teve por objetivo identificar os problemas e  revisar a estratégia geral de execução para orientar a segunda fase. “Não tenho dúvida sobre a metodologia. Hoje vocês discutirão novas estratégias para aperfeiçoar o programa”, explicou o presidente da Fundação João Pinheiro, Roberto Nascimento Rodrigues.

A subsecretária de Assistência Social, Simone Albuquerque, destacou aspectos favoráveis na execução dos cursos. “A linguagem usada na capacitação estava adequada à linguagem da gestão, este ponto esteve presente a partir da elaboração dos cadernos específicos de cada curso; cursos adequados à realidade local e às necessidades regionais; e o desenho regionalizado facilitou a organização dos trabalhadores em torno da capacitação”.

Primeiros resultados
A apresentação, na Escola de Governo da Fundação João Pinheiro, contou com a participação de cerca de 60 pessoas, entre técnicos da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese), Fundação João Pinheiro, coordenadores e professores dos dois cursos. Além dos aspectos descentralizado e presencial dos cursos, outros pontos positivos foram identificados: apenas 10% dos alunos, em 20 dos 21 polos, não obtiveram 75% de frequência e foram considerados desistentes; a evasão registrada foi de 15 a 29%, dependendo do curso e do polo, com tendência maior para o curso de Gestão Financeira e Orçamentária do Suas, e mais de 50% dos inscritos foram certificados.
Na primeira fase do Capacita Suas, foram certificados 2.495 profissionais da Assistência Social, entre técnicos, conselheiros e gestores, em 89 turmas, divididas em 21 polos de capacitação.

Os cursos foram executados pelo Centro Universitário Sul de Minas (Unis-MG), Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (Campus Muzambinho).

O capacita Suas é um programa federal, com conteúdos nacionais, mas em Minas Gerais ele foi ajustado à realidade e especificidades dos municípios e do estado e integra o Eixo 2 – Capacitação Continuada, do Programa Qualifica Suas. Lançado em 7 de agosto de 2015, o programa é composto por outros três eixos: Eixo 1 – Plano de Apoio Técnico para Indução Orientada dos Gastos e Aprimoramento da Gestão do Suas; Eixo 3 – Criação do Núcleo de Educação Permanente do Suas de Minas Gerais; e Eixo 4 – Plano de Supervisão Técnica aos Trabalhadores do Suas. O Programa Qualifica Suas tem a parceria da Associação Mineira de Municípios e da Fundação João Pinheiro.

da Ascom/Sedese

Comentários no Facebook